treinamento funcional para gestantes

Treinamento funcional para gestantes: é seguro praticar?

Antes de falar sobre treinamento funcional para gestantes, precisamos compreender como funcionam esses exercícios praticados pelas mulheres grávidas.

O treinamento funcional não é seletivo como na musculação, onde se prioriza o estímulo muscular para determinados grupos, ou seja, trabalhar um músculo de cada vez.

O treinamento é funcional porque além de colaborar para o estímulo muscular de maneira múltipla, se consegue desenvolver outras capacidades no praticante: controle motor, coordenação multiarticular, impulso do sistema metabólico, entre outros benefícios.

O treinamento funcional é recomendado para gestantes?

O Dr. Igor Padovesi, ginecologista e obstetra, recomenda a prática de exercícios físicos para as gestantes. O médico orienta que é muito importante para a mulher grávida se exercitar, desde que siga algumas orientações específicas.

O obstetra também fala sobre os benefícios destes exercícios, contra-indicações e como praticar as atividades em cada fase da gestação.

Os benefícios mais importantes do treinamento funcional para as gestantes

Os benefícios mais importantes são o bem-estar proporcionado e o alívio do desconforto físico que é comum na gravidez. Ele salienta também que a grávida que se exercita ganha menos peso e evita o aparecimento de algumas doenças, como a hipertensão e a diabetes gestacional.

As contraindicações do treinamento funcional

O Dr. Igor Padovesi não orienta os exercícios para mulheres com gravidez de risco, com alguma das seguintes condições:

  • Problemas cardíacos
  • Hipertensão grave
  • Restrição de crescimento fetal
  • Gestação múltipla

Antes de iniciar a prática de qualquer tipo de exercício físico na gestação, se recomenda que a gestante converse com o seu médico a respeito.

Os exercícios em cada fase da gestação

O doutor divide o período da gravidez em três trimestres consecutivos e apoia a prática dos exercícios desde o primeiro trimestre, apesar de alguns protocolos médicos se posicionarem contrários à prática de exercícios nos primeiros 90 dias.  Contudo, a maioria dos médicos no mundo todo recomenda os exercícios a partir do início da gestação.

O segundo trimestre é a fase em que os exercícios são mais recomendados, devendo ocorrer uma diminuição destes no terceiro trimestre da gravidez.

gestante praticando exercícios

Por que praticar exercícios físicos na gestação?

A prática de atividades físicas durante a gestação e no período pós-parto é segura, colabora para a saúde da mulher, além de evitar possíveis complicações relacionadas à gravidez.

Para a gestante o treinamento funcional ajuda nos seguintes pontos:

  • Controle de peso
  • Alivia o estresse do dia a dia
  • Aumenta a auto estima
  • Melhora os incômodos ocasionados pela gestação
  • Ajuda na circulação do sangue, favorecendo a oxigenação para o bebê
  • Melhora a postura
  • Combate as dores lombares
  • Auxilia a recuperação pós parto
  • Diminui o risco de diabetes gestacional e depressão.

Desenvolver diabetes gestacional é uma das maiores preocupações durante a gravidez. Conheça os principais sintomas para se atentar:

  • Ganho excessivo de peso
  • Apetite descontrolado
  • Cansaço exorbitante
  • Vontade de urinar diversas vezes ao longo do dia
  • Visão turva
  • Boca seca
  • Sede excessiva
  • Enjoo
  • Infecções continuadas na bexiga, vagina e pele.

Benefícios do treinamento funcional para gestantes

Veja abaixo alguns benefícios do treinamento funcional para gestantes e também o esclarecimento de algumas dúvidas que talvez causem medo à mulher grávida que queira iniciar os exercícios:

  • Favorece o bem estar e o desenvolvimento humano
  • Promove o relaxamento muscular e disposição
  • Auxilia na manutenção do peso
  • Previne o risco do desenvolvimento de pré-eclâmpsia e diabetes gestacional
  • Melhora a capacidade diária de atividades
  • Diminui as dores nas costas
  • Reduz o risco de depressão
  • Favorece a inclusão social por participar das atividades em grupo
  • Diminui o risco do parto prematuro
  • Ajuda o bebê a nascer com o peso adequado.

É fundamental que você saiba também que o treinamento funcional para gestantes:

  • Não causa problemas de malformação para o bebê.
  • Não traz o risco de ruptura da bolsa.
  • Não induz ao trabalho de parto.
  • Não causa aborto.
  • Não altera a quantidade e a qualidade do leite materno.

Como são as aulas de treinamento funcional para gestantes?

O principal objetivo do treinamento funcional para gestantes é aliviar o desconforto ocasionado pelas dores na região lombar, devido o centro de gravidade das mulheres ser deslocado para frente no período gestacional.

Os exercícios são procurados por um grande número de gestantes que querem mais qualidade e saúde neste período de gravidez.

Para as gestantes, o treinamento deve ser de intensidade leve: a gestante não poderá ficar ofegante e deverá sempre contar com o apoio de um professor especializado para orientá-la.

Conheça as modalidades de exercícios, frequência e cuidados necessários na gestação

As modalidades de exercícios durante a gestação devem ser divididas em atividades de:

  • Baixo risco
  • Médio risco
  • Alto risco

Atividades de baixo risco: são para todas as gestantes saudáveis, inclusive para aquelas que vão começar a fazer exercícios na gestação. Essas atividades são: caminhada, trote leve, natação, hidroginástica, yoga, pilates e etc.

Atividades de médio risco: musculação, atividades aeróbicas e o tênis. Esses exercícios são recomendados para as gestantes que começaram com atividades leves; e se não começaram só podem iniciar estas a partir do segundo trimestre de gravidez.

Atividades de alto risco: essas atividades não devem ser praticadas pela gestante em nenhuma fase da gestação. São estas as atividades: futebol, basquete, voleibol, handebol, as lutas e a corrida intensa.

Frequência dos exercícios

Pelo protocolo mundial de saúde recomenda-se que a grávida pratique exercícios de 3 a 5 vezes por semana de 30 a 40 minutos por dia. É importante lembrar que, no início das atividades físicas, é normal você sentir um pouco de dor muscular um dia após os exercícios.

Cuidados

A gestante não deve ficar deitada de barriga pra cima, pode causar náuseas, falta de ar e tonturas; também deve evitar que a temperatura do corpo se eleve muito, procurar usar roupas leves, quando realizar os exercícios evitar os horários do dia mais quentes e sempre se manter hidratada.

O cuidado com a pele também é muito importante, o uso do filtro solar não deve ser dispensado. O cuidado com a alimentação é fundamental, é aconselhável recorrer a um nutricionista para adequar a alimentação ao tipo de atividade exercida.

Os exercícios adequados e inadequados para as gestantes

Os inadequados:

Exercícios que causam impacto são proibidos. O útero não pode bater no assoalho pélvico, existe o risco da gestante desenvolver uma incontinência urinária e outras complicações.

Exercícios abdominais também não são recomendados, visto que aumentam a pressão intra-abdominal, consequentemente empurram os órgãos sobre o assoalho pélvico; e no terceiro trimestre da gestação pode estimular a contração uterina, ocasionando o parto prematuro.

Os adequados:

Exercícios de fortalecimento: são praticados para proteger as costas, e também para reparar as mudanças que acontecem no quadril.

Exercícios aeróbicos para o condicionamento: estes são praticados para melhorar o condicionamento físico das gestantes e trazer mais disposição.

É importante que exercícios de fortalecimento sejam combinados com os exercícios de condicionamento para que haja o êxito do propósito estabelecido: fortalecimento, condicionamento, qualidade de vida e saúde.

Recomendações

Depois do quarto mês de gravidez não se deve praticar exercícios deitada de barriga para cima, uma vez que o peso do útero já é suficiente para comprimir a veia cava, dificultando a oxigenação, tanto do bebê quanto da mamãe.

É muito importante para as grávidas praticarem exercícios físicos, mas que sejam bem orientadas por profissionais especializados no assunto. O objetivo do treinamento funcional para gestantes é trazer benefícios, e não prejuízos.

ADD COMMENT

Open chat